Autorretratos de um portador de Alzheimer

Quando o artista norte-americano William Utermohlen foi diagnosticado com o mal de Alzheimer, em 1995, ele decidiu fazer o melhor uso do seu tempo e da memória que se tornaria progressivamente limitada. Ele começou a usar sua arte para compreender-se melhor. Assim, por cinco anos, ele desenhou autorretratos antes que finalmente ele se esquecesse completamente como desenhar.

Esta série de imagens serve para nos mostrar um pouco do que se passa dentro da mente de um paciente com Alzheimer, conscientizando-nos sobre a sensibilidade necessária para lidar com essa doença.

Autorretratos

Agende agora sua consulta,

Telefone de Contato e Local de Atendimento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s