Reduzindo o risco de demência com o avanço da idade

Não há cura para a demência (incluindo a doença de Alzheimer), mas pode haver maneiras de diminuir a chance de desenvolvê-la.

A demência é uma das doenças mais comuns em pessoas idosas. A doença de Alzheimer é a forma mais comum de demência e afeta mais de 5 milhões de pessoas nos Estados Unidos. A doença de Alzheimer começa com perda de memória, problemas de linguagem e dificuldade com o pensamento lógico. Por enquanto, não há tratamento que cure a doença de Alzheimer. No entanto, os estudos sugerem que os indivíduos podem diminuir suas chances de desenvolvê-la. Relatórios recentes mostram que o número de pessoas com novos diagnósticos de demência está diminuindo nos Estados Unidos. Atualmente, existem 3 áreas principais de foco na prevenção da demência: hábitos de vida, condições médicas e bem-estar mental e social

a) Hábitos de estilo de vida:

Aumente a atividade física. A atividade física é um fator chave para a saúde cerebral. O exercício regular, tão simples quanto a caminhada rápida por apenas 15 minutos por dia, protege a estrutura e a função do cérebro.

Coma de forma saudável. Uma dieta mediterrânea composta por peixe, azeite, legumes e nozes foi relacionada a um menor risco de demência.

Tenha uma boa noite de sono. Um sono adequado e ininterrupto ajuda o cérebro a se consertar. Uma boa higiene do sono melhora a função das células cerebrais.

Não fume. O tabagismo prejudica células (neurônios) e vasos cerebrais.

b) Condições médicas:

Trate problemas cardíacos. O que é ruim para o coração é ruim para o cérebro. Os ataques cardíacos e a insuficiência cardíaca têm vínculos estreitos com a demência. Tratar problemas cardíacos pode proteger o cérebro.

Controle a pressão arterial e os níveis de açúcar no sangue. A hipertensão arterial e diabetes, especialmente na meia idade, podem prejudicar o cérebro. O controle da pressão arterial e dos níveis de glicose no sangue (açúcar) na meia idade podem melhorar a saúde cerebral e podem reduzir o risco de demência em idade avançada.

Proteja a cabeça. As lesões na cabeça aumentam a chance de desenvolver problemas de memória e de pensamento. Usar capacetes e/ou evitar comportamentos que aumentam o risco de ferimentos na cabeça (ex. cabecear ou boxe) podem diminuir o risco de demência.

Faça um teste auditivo. A perda auditiva está ligada à demência.

c) Bem-estar mental e social:

Fique envolvido, curioso, interessado e disposto a aprender coisas novas. Ser um eterno aprendiz mantém o cérebro ativo e tem efeitos benéficos na memória e no processamento de informações.

Fique socialmente envolvido. O envolvimento em atividades sociais, incluindo esportes, programas culturais e grupos de apoio, tem um efeito positivo na estrutura e função do cérebro e está associado a um menor risco de demência.

A demência tem várias causas e desenvolve ao longo de décadas de vida. Portanto, a prevenção deve começar o mais cedo possível e ser mantida durante toda a vida.

 

Para maiores informações:

Associação de Alzheimer
http://www.alz.org/research/science/alzheimers_prevention_and_risk.asp

Centro de Controle e Prevenção de Doenças
http://www.cdc.gov/features/memory-healthy-aging/

Instituto Nacional do Envelhecimento
http://www.nia.nih.gov/health/cognitive-healthross the life span.

 

Traduzido e adaptado de:

http://jamanetwork.com/journals/jama/fullarticle/2626575

JAMA. 2017;317(19):2028. doi:10.1001/jama.2017.2247

reduzirdemencia

Agende agora sua consulta,

Telefone de Contato e Local de Atendimento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s